top of page

A criança entende o mundo através da música



A música é feita de sons e cada som que compõe uma peça musical é produzido através de características. Estas características sonoras são as primeiras nuances que as crianças, desde bebês, passam a ouvir e a figurar como o entendimento do mundo ao seu redor.


Por exemplo, o volume de um som, que aparece tanto na música como na fala das pessoas ao redor da criança, faz com que o ouvinte tenha a noção de importância do que está sendo dito. Sons mais fortes e vigorosos tendem a ressaltar melhor aos ouvidos do que sons mais suaves, que também podem indicar carinho e afeto. A altura de um som, seja ela aguda ou grave traz a intenção de leveza e grosseria, que nem sempre está atrelada ao que é ruim ou bom no que está sendo dito. Com meu filho, por exemplo, constantemente brinco com a voz grave para brincar com ele e ele cai na gargalhada, embora normalmente os sons agudos indicam maior diversão e ludicidade na hora da comunicação. A diferença de timbre, que é outra característica sonora, faz com que a criança perceba qual é o som da voz do papai ou da mamãe, bem como das outras pessoas ao redor, fazendo com que ela distinga também sons de objetos como um aspirador de pó ou uma máquina de lavar.


O que importa no meio disso tudo é que as músicas que as crianças ouvem têm de estar alinhadas com essa diversidade de sonoridades e características do som. Músicas com um fundo muito eletrônico ou sem uma riqueza de instrumentos musicais fazem com que as crianças demorem mais a captar essas nuances sonoras no mundo ao seu redor e passem a atrasar o seu entendimento do mundo que as cerca, afinal, é neste mundo que ela vive que estão todos estes sons. Apresentar uma diversidade grande de sonoridades para as crianças, fugindo um pouco da mais comum música infantil que todos aderem, faz com que a criança perceba uma maior riqueza de detalhes sonoros no mundo ao seu redor. Isso acontece porque antes de ouvir um simples "vem com o papai" ou "vem com a mamãe" ou até mesmo "hum...que delícia essa comida", a criança percebe a melodia e o contorno sonoro destas palavras, a intensidade, se ela é forte ou fraca, aguda ou grave e por aí vai. Esta diversidade de sons apresentadas de maneira musical fará com que a criança mergulhe no mundo em que ela está vivendo de maneira mais intensa e passe a compreender melhor o que se passa a sua volta.


Então aqui vai uma dica preciosa e que já foi até dita no texto: saia um pouco das músicas infantis e apresente músicas de adultos para as crianças, com sonoridades de instrumentos musicais diversos, com palavras desconhecidas pelos brasileiros, com músicas em outras línguas, com instrumentos estrangeiros e por aí vai. Você vai acelerar e muito o desenvolvimento auditivo, fonético e vocal da sua criança, pode ter certeza!

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Brincartear Campinas
bottom of page