top of page

A simplicidade é a chave da educação!



O nosso primeiro meio de expressão desde que nascemos é o nosso próprio corpo. É importante e realmente necessário entreter as crianças com objetos lúdicos, brinquedos ou mesmo experiências mirabolantes que necessitem de ingredientes comprados ou mesmo caçados em algum canto da casa, mas tenho visto em minhas experiências cada vez mais as crianças se encantando com as descobertas que fazem através deste meio de expressão original que falei anteriormente.

Isso acontece porque as crianças têm estado imersas nas telas, cercadas de objetos e brinquedos sem muitos objetivos claros e até com a agenda cheia de aulas e tarefas complementares. Estas práticas impedem as crianças de explorarem o ócio, que é a porta de entrada para a descoberta do seu próprio corpo como meio de expressão da brincadeira.

Este corpo de que vos falo é a arma mais eficaz para aniquilar de vez a insalubridade destas práticas que podam a criatividade da criança. Quando a criança tem somente o próprio corpo para brincar, seu braço vai virar uma espada, suas mãos um binóculo e seus pés uma prancha de surf. A imaginação é infinita quando não se tem absolutamente nada para compor com esta mobília essencial da vida que é o próprio corpo.

Então aqui vai uma dica: leve as crianças a espaços onde o corpo seja potencializado e sua exploração seja de mais fácil acesso, como parques, praças, museus interativos, etc. Só assim a criança vai descobrir que não precisa de nada além de si mesma para ser feliz.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


Brincartear Campinas
bottom of page