top of page

Acostume as crianças a viverem o novo!



Até os 7 anos as crianças estão em sua fase de maior aprendizado. É como se elas fossem uma esponja, absorvendo tudo o que está ao redor delas, desde palavras até texturas, ideias, imagens, etc. As crianças começam a formar nesta idade com mais proeminência sua memória de longo prazo, captando para si aquelas experiências que ficarão cravadas em sua mente e que as farão lembrar do que viveram no passado.

É por isso que até os 7 anos é importante que as crianças vivenciem uma quantidade vasta de experiências e possam sentir uma quantidade grande de sentimentos. Só desta forma elas poderão entrar em contato com a possibilidade de ressignificar estes sentimentos a partir das experiências novas que estão vivendo. Isto acontece, pois o cérebro delas nesta idade possui uma neuroplasticidade muito flexível e faz com que elas transformem o que percebem a todo momento. Outro dia aconteceu aqui com a gente em um evento de uma menina perder o medo de gatos somente por alguns conselhos que ela recebeu de uma brincante nossa e isso aconteceu justamente porque o seu cérebro estava preparado para flexibilizar este sentimento com total maestria, pois nesta faixa-etária é muito comum que ele se reconfigure de maneira a aprender e reaprender o tempo inteiro.

Por isso, aí vai uma dica: permita às crianças visitarem museus, parques e espaços com diferentes experiências, ofereça em casa atividades em que elas possam misturar elementos para criar coisas novas como massinha de farinha de trigo ou até mesmo cola com corante alimentício ou cozinhar um bolo, etc.

Estas vivências variadas das crianças com diferentes estímulos farão com que elas cresçam com um leque amplo de sentidos para que elas possam, com facilidade, reconhecer e ressignificar o mundo à sua volta o tempo todo. A capacidade de aprender e reaprender é uma das principais características das pessoas altamente criativas no mundo atual.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Σχόλια


Brincartear Campinas
bottom of page