Buscar
  • BrincArte

Como os bebês aprendem?

Atualizado: 21 de jan. de 2020


Foto por @hellenetamara

Desde muito pequeninos, os bebês apreendem o mundo que os cerca através dos cinco sentidos. Desde a identificação das vozes e sons ao redor até o tatear da comida e o ato de levar tudo à boca, os pequenos aventureiros já demonstram muita iniciativa e personalidade. Mesmo com um alto grau de repetição de tudo que está à sua volta, os bebês sempre vão encontrar sua maneira e sua forma de executar determinadas funções motoras e reações expressivas a determinadas situações. A repetição e a personalidade individual estão o tempo todo em conexão nesta idade.

Os sentidos atuam conjuntamente, sempre completando um ao outro àquilo que é experimentado. Pensemos juntos: quando um bebê vai comer, ele já se prepara sentindo a comida através do olfato. Logo após ele tateia a comida e, se ambos (olfato e tato) estiverem em ordem, aí sim o pequeno leva a comida à boca. Seus olhos e seus ouvidos estão sempre atentos às interações com a mãe e mesmo com o som e com o aspecto visual do alimento. Nesta fase da vida tudo é inteiramente conectado.

Conforme o tempo vai passando outras características da aprendizagem vão se mostrando mais proeminentes.

Assim que desenvolvem os primeiros aspectos da fala e já se encaminham para os primeiros passinhos, os bebês aprimoram os padrões apreendidos do ambiente, executando diversas vezes os mesmos movimentos com o corpo e repetindo-os incessantemente. Nesta fase, é importante que os pequenos explorem livremente seus corpos e entendam os limites que eles conseguem alcançar. Um mundo totalmente novo lhes é apresentado e eles necessitam descobrir.

Em todo caso, é crucial entendermos que cada bebê tem o seu tempo e o seu desenvolvimento particular. Apressarmos determinado passo acreditando estimulá-lo a se desenvolver mais rapidamente pode gerar enorme frustração e até uma ansiedade desnecessária, tanto nos pais quanto nos filhos. As etapas de desenvolvimento servem apenas como guia geral e não como regras rígidas a serem seguidas por todas as crianças.

É sempre bom estarmos conectados com o tempo dos bebês e podermos interagir de maneira saudável sem passar o carro na frente dos bois. Desta forma, eles desenvolvem autonomia e autoconhecimento desde pequenos.


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo