Buscar
  • BrincArte

Porque as crianças gostam tanto do Saci?


Quem aí nunca ouviu falar do dito cujo: Saci-Pererê? Esta personagem ilustre do nosso folclore figura como uma das mais conhecidas de norte a sul do país. Por ser atrapalhado, bagunceiro e praticar diversas traquinagens, o Saci é alvo de amores e ódios. Desde os antigos que o comparam a um pequeno diabrete causador da discórdia até as crianças que se identificam com suas trapalhadas, esta figura se destaca em nosso imaginário por ser tão irreverente.

No fundo, mas bem no fundo é até difícil de separar o que, nas atitudes do Saci, é maldade do que é mera bagunça ou traquinagem. É certo que ele atrapalha e causa furor por onde passa, chegando até a parecer bem maldoso, como por exemplo quando queima as tortas da vovó bem antes da janta. Mas considerando sua natureza infantil e muitas vezes ingênua, como quando da nó na crina do cavalo, ele soa como uma criança cheia de energia prestes a canalizá-la em alguma bagunça.

E por falar em criança... Qual a criança que nunca teve curiosidade de mexer nos botões do fogão ou mesmo na crina de um cavalo? Por essas e por outras, os pequenos se identificam tanto com esta figurinha. O Saci, muitas vezes, faz as coisas que muitos gostariam de fazer, além de ser extremamente rápido e sair rodopiando em um redemoinho de vento. Puxa vida, parece a representação perfeita da alma de uma criança travessa. Imagens como as vemos na internet – de crianças derrubando farinha pela casa, riscando a parede com batom ou mesmo espalhando papel higiênico pelo banheiro todo – nos trariam um final perfeitamente cômico se a estas cenas fosse acrescentada a fala “É tudo culpa do Saci!” à boca da criança bagunceira.

O imaginário desta figura ganha vida nas inúmeras confusões e esquecimentos que os mais velhos costumam realizar, além de serem bem representadas nas ações e nas bagunças que os pequenos praticam por aí afora. O certo é que sempre fica a dúvida: “será que fui eu mesmo que errei algo ou foi o Saci que passou por aqui?”

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo